A arte de sapatear

A arte de sapatear

Você certamente já viu uma apresentação de Tap e saiu de lá com vontade de dançar, não é mesmo? Contagiante, o Sapateado Americano é um tipo de dança cuja principal característica é a música que os dançarinos produzem com os sapatos, que são verdadeiros instrumentos de percussão.

Com muitas pesquisas sobre sua origem, é consenso que o Sapateado surgiu nos EUA por volta do século XVI, a partir das diversas danças trazidas pelos povos que, em suas diásporas, compuseram o “caldeirão” racial e cultural americano. Destes, podemos destacar três danças populares que são consideradas as principais influências: dos camponeses irlandeses que dançavam batendo seus tamancos de madeira para se aquecer (as danças percussivas da Irlanda existem desde antes dos EUA existirem como país); dos operários ingleses, que criavam ritmo com os pés, primeramente usando sapatos de madeira e posteriormente, com solado de couro e pequenos pedaços de metal; e dos diversos povos e tribos africanos, que ritmavam suas vidas com percussão e uma dança de corpo e alma. Desse encontro, se deu a mistura e a evolução das formas de dança que resultariam no Tap Dance.

Esse fervilhar todo chega à Nova York no século XIX, e antes de ganhar Hollywood, o sapateado de raiz era (e continua sendo), uma arte baseada no improviso, no desafio. O surgimento da música Jazz no início do século XX complementou perfeitamente o sapateado, trazendo ainda mais swing e espontaneidade, inspirando-se mutuamente.

Apesar da grande visibilidade alcançada na época de ouro do cinema e dos musicais da Broadway, com personalidades como Fred Astaire, Gene Kelly e Ginger Rogers, é preciso registrar que o sapateado é uma forma de arte de protagonismo negro, sendo Bill Bojangles Robinson, considerado o “pai do sapateado”, um símbolo da legitimação desta arte e da luta pela superação do preconceito e do racismo (o Dia Internacional do Sapateado é comemorado em 25 de maio como homenagem à data de seu nascimento)

Além de ser estimulante e criativo, o sapateado americano é uma atividade física completa – em média você gasta 400 calorias por aula. Melhora o condicionamento físico, a coordenação motora, a postura e a autoconfiança, além de desenvolver a criatividade e a sensibilidade musical.

FONTE:
Steven Harper – “Uma pequena históra do Sapateado Americano”
https://spdrj.com.br/wp-content/uploads/sites/150/2019/09/APOSTILA-DE-SAPATEADO.pdf

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *