Espetáculo – A Pequena Sereia

Espetáculo – A Pequena Sereia

A Pequena Sereia, o filme, foi lançado em 1989 como a última cartada para salvar, da falência, os Estúdios da Disney. O sucesso foi tamanho que a obra deu origem a dois outros filmes, virou seriado de TV e, poucos anos depois, estreou na Broadway. O musical não alcançou, nem de longe, o sucesso do filme. Os deuses do teatro não primam pela coerência.

Baseada no conto homônimo do escritor Hans Christian Andersen, nos filmes da Disney e no musical da Broadway, criamos a nossa versão, enxuta e divertida.

A Pequena Sereia não é uma heroína comum de contos de fadas. Seu sonho é o conhecimento: quer participar de um mundo completamente diferente do seu, deseja conhecer o proibido. Para isso, arrisca-se por amor, vai contra a sociedade em que vive, desafia o próprio pai. Entrega o que lhe é mais precioso: sua voz. Aceita as diferenças e deixa-se guiar pelo coração, sem preconceitos nem garantias. É delicada, mas uma guerreira incansável. Como não se apaixonar por ela?

A Pequena Sereia é Ariel, uma adolescente de 16 anos, sexta filha do rei Tritão, fascinada pelo mundo proibido dos humanos.

Certa vez, numa de suas visitas à superfície do mar, acompanhada de seus amigos Sebastião e Linguado, deparou-se com o barco do príncipe Eric que, logo depois, foi abatido por uma forte tempestade. Lançado ao mar e quase afogado, Eric é salvo por Ariel, que canta enquanto ele ainda está desmaiado. Depois de acordar, Eric só consegue se lembrar daquela voz linda que o salvou. Ariel, por sua vez, quer tornar-se humana e reencontrar o seu príncipe. Induzida pelas enguias a pedir ajuda à Úrsula, a rainha malvada do mar, Ariel troca sua voz por um par de pernas.

Eric encontra Ariel, agora humana, na praia e a leva ao castelo para cuidar dela. Embora encantado por Ariel,  o príncipe continua a buscar a garota que o salvou. Para isso, promove um Concurso de Vozes no palácio. Úrsula chega para acabar com a festa, mas Tritão é avisado por Sebastião que Ariel está em perigo. Os dois se desafiam, Ariel quebra a concha mágica da bruxa, desfaz o encanto e volta a falar. O amor da sereia e do príncipe é abençoado por Tritão e Ariel vai morar no mundo dos humanos.

Assim como Ariel, seguimos o nosso coração, que está inteiramente colocado neste musical.

Carla Hossri

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *